LINHA EDITORIAL | EDIÇÕES ANTERIORES | EXPEDIENTE | NORMAS DE PUBLICAÇÃO | CONTATO 

 HISTÓRIA | SÉRIE ANTIGA

 
 
VOLUME 2, NÚMERO 2 - OUTUBRO DE 2016
 
 

DOWNLOAD DA
EDIÇÃO COMPLETA


REVISTA HÉLADE
ISSN: 1518-2541
ANO 2, VOLUME 2, NÚMERO 2
OUTUBRO DE 2016.

 

A responsabilidade pelas opiniões emitidas, pelas informações e ideias divulgadas são exclusivas dos próprios autores.

 

EDITORES
Alexandre Santos de Moraes
Adriene Baron Tacla
Alexandre Carneiro C. Lima

ASSISTENTES DE EDIÇÃO
 Thaís Rodrigues dos Santos
Geovani dos Santos Canuto

CONSELHO EDITORIAL
Ana Livia Bomfim Vieira
Ana Teresa Marques Gonçalves
Claudia Beltrão da Rosa
Fábio Faversani
Fábio de Souza Lessa
 Gilvan Ventura da Silva
 José Antônio Dabdab Trabulsi
Maria Beatriz Borba Florenzano
Monica Selvatici
Pedro Paulo de Abreu Funari

CONSELHO CONSULTIVO
Álvaro Alfredo Bragança Júnior
Alvaro Hashizume Allegrette
Antonio Brancaglion Júnior
Andrés Zarankin
Barry Cunliffe
Elaine Hirata
Elif Keser Kayaalp
Fábio Duarte Joly
João Lupi
Luciane Munhoz de Omena
Lynette G. Mitchell
Márcia Severina Vasques
Maria Aparecida de Oliveira Silva
Margarida Maria de Carvalho
Maria Cristina N. Kormikiari Passos
Maria de Fátima Sousa e Silva
Maria Isabel d’Agostino Fleming
Philipp W. Stockhammer
Renata Senna Garraffoni
Violaine Sebillotte Cuchet
Wolfgang Meid

EDITORIAL

Religiões no Mundo Antigo
Religions in the Ancient World
Profa. Dra. Claudia Beltrão da Rosa
 
DOSSIÊ - RELIGIÕES NO MUNDO ANTIGO
Lei e adivinhação na República Romana Tardia
Law and Divination in the Late Roman Republic
Prof. Dr. Federico Santangelo

Resumo: Este artigo lida com as interseções entre lei e adivinhação na República romana tardia, enfocando principalmente a evidência de Cícero e alguns termos recorrentes em suas obras, notadamente divinatio e prudentia. Outros materiais comparativos farão parte da discussão, bem como a evidência de outros autores romanos, especialmente Plauto. É enfatizado um importante grau de afinidade entre lei e adivinhação e sua forte ligação com o conhecimento especializado e as respostas autorizadas. 
Palavras-chave: Adivinhação, predição, lei, previsão, jurisprudência, conhecimento, República romana, Cícero.

Abstract: This paper deals with the intersections between law and divination in the late Roman Republic. It focuses mostly on the evidence of Cicero, and on some terms that feature prominently in his work, notably divinatio and prudentia. Some comparative material is also brought into the discussion, as well as the evidence of other Roman authors, notably Plautus. An important level of affinity between law and divination is emphasised: their heavy reliance on specialised knowledge and on authoritative responses.
Keywords: Divination, prediction, law, foresight, jurisprudence, knowledge, Roman Republic, Cicero.

Os Sálios e os Ancilia
I Salii e gli Ancilia
Prof. Dr. Giorgio Ferri

Resumo: Os sálios eram considerados um dos sacerdócios mais antigos de Roma. A dança era um elemento profundamente vinculado ao sacerdócio, sendo considerada sua característica fundamental. A segunda peculiaridade e a arma mais importante atribuída aos sálios eram, no entanto, os ancilia, os escudos sagrados conservados na Regia, os quais, de fato, constituíam a causa fundamental do sacerdócio. Este artigo apresenta um estudo dos sacerdócios dançarinos de Marte, os sálios, e a vida religiosa da Roma antiga no mês de março.
Palavras-chave: Religião romana, Sacerdotes sálios, pignora imperii.

Riassunto: I Salii erano considerati uno dei sacerdozi più antichi di Roma. La danza era un elemento profondamente connaturato al sacerdozio, e ne era anzi considerata la caratteristica fondamentale. La seconda peculiarità e l’arma più importante recata dai Salii erano tuttavia gli ancilia, gli scudi sacri conservati nella Regia, i quali, per meglio dire, costituivano la causa fondante del sacerdozio. Questo articolo presenta un studio dei sacerdoti danzatori di Marte, i Salii, e la vita religiosa di Roma Antica nel mese di marzo.
Parole chiavi: Religione romana, Sacerdoti Salii, pignora imperii.

October Equus
October Equus
Prof. Dr. Attilio Mastrocinque

Resumo: Este artigo explorará documentos textuais e dados do registro arqueológico sobre o ritual do October Equus, um dos mais antigos rituais religiosos romanos.
Palavras-chave:
October Equus, Religião romana, Rituais romanos.
 

Abstract: This paper deals with one of the most ancient Roman ritual, exploring literary and archaeological sources.
Keywords: October Equus, Roman Religion, Roman rituals.
Only Connect? Network analysis and religious change in the Roman World
Só conectado? Análise de rede e mudança religiosa no Mundo Romano
Prof. Dr. Greg Woolf
Abstract: The emergence during the Roman Empire of new religious forms and groups alongside the collective cults of the city and ruler worship invites analysis in terms of various kinds of network theory. Some of the main version of network theory currently in use are examined, and their applicability to ancient material is discussed and assessed. Network thinking turns out to be very useful, but the problems in conducting a more formal network analysis are formidable. Network theory does allow us to approach religious change from new directions and two models of change in current use – conversion as contagion, and religious change as the spread of idea – are examined. Thinking about religious change in these terms forces historians to formulate more precise descriptions of change as a process that involves socialization and the routinization of new habits and rituals, as well as a process of learning a new way of imagining and describing the cosmos.
Keywords: Religious change, Network analysis, Roman Empire
Resumo: A emergência no Império Romano de novas formas e grupos religiosos, juntamente com cultos coletivos da cidade e o culto do governante convida à análise em termos dos vários tipos da teoria de redes. Algumas das principais versões da teoria de redes em uso corrente são examinadas, e sua aplicabilidade ao material antigo é discutida e avaliada. O pensamento em rede pode ser muito útil, mas os problemas que surgem na realização de uma análise de rede mais formal são formidáveis. A teoria de redes nos permite abordar a mudança religiosa em novos termos, e dois modelos de mudança em uso – a conversão como contágio e a mudança religiosa como propagação de ideias – são examinados. Pensar sobre a mudança religiosa nesses termos exige que os historiadores formulem descrições mais precisas da mudança como um processo que envolve socialização e rotinização de novos hábitos e rituais, assim como um processo de aprendizagem de um novo modo de imaginar e descrever o cosmos.
Palavras-chave: Mudança religiosa, Análise de rede, Império Romano.
A Menorá e a Árvore da Vida
The Menorah and the Tree of Life
Prof. Dr. Edgar Leite

Resumo: A menorá, o candelabro de sete braços, um objeto ritual do Templo de Jerusalém, adquiriu grande relevância na literatura bíblica. Primeiro como representação do cosmo, tanto do mundo visível quanto do invisível. Segundo, como árvore da vida, e representação de Deus e da vida eterna. E por fim, no desenvolvimento da Kabalá, como representação da árvore sefirótica.
Palavras-chave: Menorá, Judaísmo, Árvore da Vida.

Abstract: The menorah, the seven-branched candelabrum, a ritual object of the Jerusalem Temple, acquired great relevance in biblical literature. First, as a representation of the cosmos, both the visible and invisible world. Second, as the tree of life, and representation of God and eternal life. Finally, in Kabbalah, as a representation of sefirotic tree.
Keywords: Menorah, Judaism, Tree of Life
Budistas no Mediterrâneo
Buddhists in the Mediterranean
Prof. Dr. André Bueno
Resumo: Neste ensaio, iremos fazer uma breve relação de algumas evidências que nos permitem compreender a passagem de elementos budistas no Mediterrâneo romano. Como cenário de disputas religiosas, o mundo romano recebeu as mais diversas religiões vindas do Oriente; e a presença budista foi devidamente identificada e reconhecida por autores da época, como iremos demonstrar.
Palavras-chave: Budismo, Império Romano, Religiosidades.
 
Abstract: In this essay, we will make a short list of some evidence to allow us to understand the passage of Buddhist elements in the Roman Mediterranean. As the scene of religious disputes, the Roman world received the most diverse religions coming from the East; and the Buddhist presence has been identified and recognized by the authors of the period, as we will demonstrate.ge and on authoritative responses.
Keywords: Buddhism, Roman Empire, Religiosities.
 
Lugares do sagrado na cidade pós-clássica: Libânio e a reforma do Plethrion de Antioquia
Sacred places in the Post-classical city: Libanius and the refurbishment of the 'Plethrion' of Antioch
Prof. Dr. Gilvan Ventura da Silva

Resumo: Na fase tardia do Império Romano, verificamos uma reconfiguração progressiva da pólis ou municipium, o que propicia a emergência daquilo que os autores têm, há alguns anos, designado como a cidade pós-clássica, modalidade particular de organização cívica que embora conservando, em muitas localidades, o antigo contorno da cidade helenística e romana, sofre, a partir do século IV, transformações importantes do ponto de vista econômico, administrativo, religioso e arquitetônico. Nesse artigo, temos por objetivo discutir as transformações ocorridas em Antioquia, a metrópole da província da Síria Coele, na segunda metade do século IV, em especial no que diz respeito ao aumento populacional devido à intensificação das correntes migratórias no sentido campo-cidade, o que exige das autoridades cívicas a implementação de reformas nos edifícios públicos com a finalidade de comportar a maior afluência de usuários, procedimento censurado por determinados segmentos da pólis, receosos de que as alterações no espaço urbano conduzissem à dessacralização da cidade e de seus festivais, como vemos na Oratio X, de Libânio, um manifesto contra a expansão do Plethrion pretendida pelo comes Orientis Proclo.
Palavras-chave: Antiguidade Tardia, Antioquia, Libânio, Plethrion.

Abstract: In the Later Roman Empire, there was a progressive reconfiguration of the polis or municipum, what favored the emergence of the post-classical city, as some scholars have been proposing in the last years. The post-classical city was a particular type of civic organization that, although keeping in several localities the ancient shape of the Hellenistic and Roman town, underwent important economic, administrative, political, religious and architectural changes from the fourth century A.D. onwards. In this article, we aim to discuss the changes that took place at Antioch, the metropolis of the Syrian province, in the second half of the fourth century A.D. We highlight the increase of the population owing to the intensification of the migration from the rural to the urban area, what required the renovation of some public buildings in order to host more spectators. Such decision was severely criticized by some citizens, who used to think that the alterations in the city could desecrate Antioch and its festivals, as we can see in the Oratio X, by Libanius, a manifesto against the enlargement of the Plethrion devised by Proclo, the comes Orientis.
Keywords: Late Antiquity, Antioch, Libanius, Plethrion.

O Festival do Rio nas Metamorfeses de Apuleio: um arquétipo de festival greco-romano?
Aplicação de abordagem politética
The Festival of Laughter in Apuleius’ Metamorphoses: an archetype of graeco-roman festival? Application of a polythetic approach
Prof. Doutorando Bráulio Costa Pereira
Resumo: No presente trabalho, apresenta-se uma análise do episódio do Festival do Riso nas Metamorfoses de Apuleio (II, 31 – III, 18) à luz da abordagem politética demonstrada por Jon W. Iddeng para a definição e classificação dos festivais greco-romanos. Pretende-se demonstrar como Apuleio, ao descrever um festival que se acredita completamente fictício, utilizou-se de seus conhecimentos e experiências pessoais do que seria um festival para a construção do episódio, criando assim um modelo arquetípico de festival greco-romano. O Festival do Riso apresentaria, portanto, características centrais dos festivais greco-romanos como são definidos por Iddeng (2012).
Palavras-chave: Apuleio, Metamorfoses, Festival do Riso, festival greco-romano.
Abstract: In this paper, we analyze the Festival of Laughter in Apuleius’ Metamorphoses (II, 31 – III, 18) through the polythetic approach used by Jon W. Iddeng to define and classify graeco-roman festivals. We intend to demonstrate how Apuleius’ description of a fictitious festival shows the author’s own knowledge and personal experiences of what constitutes a festival, thus creating an archetype of graeco-roman festival. The Festival of Laughter presents, therefore, central features of graeco-roman festivals as defined by Iddeng (2012).
Keywords: Apuleius, Metamorphoses, Festival of Laughter, graeco-roman festival.
 
Para além da dicotomia Politeísmo x Cristianismo: um estudo de caso sobre a religião romana em livros didáticos brasileiros
Beyond the dichotomy polytheism x Christianity: a case study on Roman Religion in brazilian schoolbooks
Prof. Doutorando Jorwan Gama da Costa Junior
Resumo: Ainda que de forma incipiente no Brasil, a religião romana tem sido tema de debate nos círculos de discussões sobre a Antiguidade. Trata-se de um conceito com variadas possibilidades de interpretação e com uma multiplicidade de características. Sendo assim, este artigo objetiva, em um primeiro momento, apresentar a atualidade desta discussão assim como definir alguns aspectos básicos da religião romana à luz das discussões teóricas que envolvem a história dos conceitos. Em um segundo momento, busca-se identificar se estas características básicas definidas pela historiografia atual são aplicadas na escrita histórica dos livros didáticos brasileiros aqui analisados.
Palavras-chave: Religião Romana, Antiguidade, Livros didáticos, História dos conceitos.
Abstract: Roman religion has been studied in scholarly debates about Antiquity. This is a concept that offers all sorts of interpretation and numerous characteristics. So, this article aims, first of all, to deal with the actuality of the discussion as well as to define some basic features of Roman religion by theoretical discussions that rely on the history of concepts. In a second moment, the aim is to identify if these basic characteristics established by historiography are applied during the production of history’s school textbooks.
Keywords: Roman religion, Antiquity, Schoolbooks, History of concepts.
 

TEMA LIVRE
As mulheres de Ovídio: Puellae, Feminae, Mulieres, Dominae et Amicae
The Women of Ovid: Puellae, Feminae, Mulieres, Dominae et Amicae
Profa. Doutoranda Ana Lucia Santos Coelho

Resumo: A Ars Amatoria, escrita pelo poeta latino Ovídio, é uma espécie de manual de galanteio no qual o autor apresenta conselhos amorosos aos homens e mulheres que viviam na Roma do imperador Augusto. A fim de transmitir os seus ensinamentos, o poeta organizou a obra em três livros, sendo os dois primeiros dedicados ao sexo masculino e o terceiro, ao sexo feminino. Esse último livro, aliás, se destaca no conjunto da obra, uma vez que Ovídio, mesmo inserido em uma sociedade fortemente patriarcal e adepta das hierarquias, coloca as mulheres em lugares de protagonismo. Ao realizar essa divisão mais fluida entre os gêneros, distancia-se das perspectivas literárias dominadas pela percepção masculina, que rotulam as mulheres como inferiores devido apenas às demarcações biológicas. Nesse sentido, o objetivo desse artigo é analisar as representações femininas construídas por Ovídio, bem como as relações amorosas protagonizadas pelas mesmas. O referencial teórico e a metodologia empregadas foram, respectivamente, o da História Cultural e a Análise de Conteúdo.
Palavras-chave:
Principado Augustano, Arte romana, Arqueologia semiótica, Augusta Emérita.

Abstract: The Ars Amatoria, written by the Latin poet Ovid, is a kind of gallantry manual in which the author gives love advice to men and women who lived in the Augustan Rome. In order to convey his teachings, the poet organized the work into three books, the first two being devoted to men and the third to female. This last book, moreover, stands out, since Ovid, even inserted in a strongly patriarchal society and supporter of hierarchies, puts women in leadership positions. In carrying out this more fluid division between genders, the poet distance itself from the literary perspectives dominated by male perceptions that label women as inferior due only to biological demarcations. In this sense, the aim of this paper is to analyze the female representations built by Ovid and the romantic relationships enthralled by them. The theoretical framework and the methodology employed were, respectively, the Cultural History and Content Analysis.
Keywords:
Augustan Principate, Ovid, Representations, Women.

Tras las marcas de lo femenino. Espacios, objetos y funciones que hacen al colectivo
Behind the marks of the feminine. Spaces, objects, and functions that make the collective
Profa. Dra. María Cecilia Colombani

Resumen: O projeto do presente trabalho consiste em rastrear pequenos rastros do feminino, opondo-se os distintos modelos de mulher. Por um lado, revisaremos as características e funções das mulheres dentro do oîkos, destacando as marcas de um tipo particular de mulher, a esposa, e as figuras que as acompanham no espaço interior. Por outro lado, aproximar-nos-emos das ménades do cortejo dionisíaco para tensionar os dois modelos em questão no cenário exterior em que a experiência ritual marca como geografia emblemática. Não obstante, o primeiro momento de nosso trabalho consistirá em seguir os rastros de Pandora como forma de nos aproximarmos da primeira representação do feminino no mundo grego arcaico. Tentaremos acompanhar nosso trabalho com a análise dos vasos pintados como documentos figurativos.
Palabras clave:
Feminino, Oîkos, vasos pintados, mundo grego arcaico.

Abstract: The aim of this paper is to trace small traces of the feminine, opposing different models of women. On the one hand, we will review the features and functions of the women within the oikos, relieving the marks of a particular type of woman, the wife,and the figures that accompany her in the interior space. On the other hand, we will approach the Dionysian maenads courtship, on the outdoor stage that experience marked as emblematic ritual geography, to stress the two models.However, the first moment of our work will be to follow the footsteps of Pandora as a way of approaching to the first representation of the feminine in the archaic Greek world. We will try to accompany our work with the analysis of the painted vases as figurative documents.
Keywords:
Femenine, Oikos, Painted vases, Archaic Greek World.



PRÓXIMO DOSSIÊ
Volume 2, Número 3
Homoerotismo na Antiguidade
Organizador: Anderson Martins

Há mais de trinta anos, quando a tradução dos três volumes da Histoire de la sexualité foi publicada nos Estados Unidos e pôs historiadores, latinistas e helenistas em contato com o pensamento pós-estruturalista de Michel Foucault, temos debatido os conceitos de sexualidade e homossexualidade no Mundo Antigo em termos foucaultianos, ou, mais precisamente, a partir das questões lançadas pela trilogia. Desde então, e sobretudo nos embates teóricos da década de 90, construtivistas e essencialistas debatem a natureza da homossexualidade e a validade da aplicação, nos estudos da Antiguidade, de termos nascidos ou disseminados pelo discurso médico do fim do século XIX – tal como o conceito de homossexual. Tal discussão não tem impedido vários autores, mesmo alguns alinhados ao pensamento de Foucault, de publicarem obras sobre práticas sexuais e suas representações na Antiguidade, nas quais a palavra “homossexualidade” aparece de forma desafiadora.

Na esteira desta injunção inarredável, que é falar sobre o Mundo Antigo incitados pelos problemas do presente e a partir de um vocabulário contemporâneo, convidamos a comunidade acadêmica a participar do próximo número (volume 2, número 3) da revista Hélade, intitulado Homoerotismo na Antiguidade. Com este tema, esperamos abarcar um grande espectro de debates, que vão desde escolhas teóricas e metodológicas adequadas a enfrentar os documentos antigos ligados à homoafetividade, como os vários problemas formulados ou, ao menos, pontuados ao longo dessas últimas três décadas. Assim, os eixos temáticos sugeridos, de forma não exclusiva, são: 1. representação de práticas homoeróticas na cultura material; 2. a pederastia grega e seu percurso nos gêneros literários antigos; 3. limites dos paradigmas de comportamento sexual nas sociedades da Antiguidade; 4. formações de subjetividades e construções identitárias; 5. a recepção moderna e contemporânea do “amor grego”.

Os interessados poderão enviar suas contribuições até o dia 15 de dezembro de 2016 para o e-mail: revistahelade@gmail.com.

 

 
 
 
   

NEREIDA - Núcleo de Estudos de Representações e de Imagens da Antiguidade
Campus do Gragoatá - Rua Prof. Marcos Waldemar de Freitas Reis, Bloco O, sala 507
24210-201 - Niterói - RJ
nereida@vm.uff.br